Páginas de Empresa no Linkedin: principais diferenças entre Páginas Globais e Locais

Páginas de Empresa no Linkedin: principais diferenças entre Páginas Globais e Locais

Gerir Páginas de Empresa no Linkedin pode parecer fácil, mas nem sempre é tão simples assim. Decisões como se o alcance pretendido pelas páginas será Global ou Local é um exemplo disso.

Uma coisa é certa, aqui estamos a falar mais de conceitos e propósitos do que de funcionalidades técnicas, já que tanto páginas Globais quanto Locais são, de facto, Company Pages — a depender da estratégia adotada e pelos objetivos de Marketing e Vendas definidos para a rede social profissional.

Ao longo deste artigo, veremos quais as principais diferenças entre Páginas de Empresas Globais e Locais no Linkedin, bem como as vantagens em escolher uma via em detrimento de outra.

Páginas de Empresa no Linkedin - Boas Práticas para Gestão de Grupos do Linkedin de Sucesso - Tudo sobre Linkedin - Pedro Caramez - Linked2Power - cover
Créditos da imagem: Linkedin Official Blog

As páginas são projetadas para ajudar as organizações a se conectarem aos membros com autenticidade, expandir os seus negócios e construir conexões duradouras.

— Blog Linkedin Marketing Solutions

Antes, é preciso entender o que são Páginas de Empresa no Linkedin

Além de colaboradores com perfis na rede, a sua empresa pode se tornar presente e ativa no Linkedin por meio das Páginas Corporativas que atendem a propósitos específicos. Por exemplo:

  • Permitem que os colaboradores vinculem os seus perfis à Página da Empresa.
  • Os membros do Linkedin poderão aprender mais sobre a sua empresa.
  • O Departamento de Recursos Humanos poderá usar essa Página para divulgar as oportunidades de emprego disponíveis.
  • É possível interagir como uma Empresa/Marca em publicações feitas por outros utilizadores ou, ainda, com hashtags relativas ao seu negócio.
  • As Páginas da Empresa podem e devem ser usadas para maximizar resultados da sua Estratégia de Marketing de Conteúdo, conteúdos patrocinados (Linkedin Ads), gerando leads qualificadas e muito mais.
Principais diferenças entre Páginas de Empresa no Linkedin e Páginas Afiliadas no Linkedin - Pedro Caramez - Dicas Linkedin - Linked2Power - cover

LEIA TAMBÉM: Práticas Recomendadas para Páginas Showcases no LinkedIn

No vídeo abaixo, tem uma visão geral do funcionamento das Páginas de Empresa do Linkedin. “Veja como reconstruímos a experiência do zero para ajudar a sua empresa a expandir a sua comunidade no Linkedin”, é possível ler na descrição do vídeo.

Mas afinal, como saber se devemos escolher Páginas de Empresas no Linkedin com alcance Global ou Local?

Como tudo nessa vida, antes de escolher seja lá o que for, uma lista de Prós e Contras costuma ser sempre uma excelente forma de tomar decisões. Dito isto, vejamos algumas características das Páginas Globais e Locais.

Como já apontado anteriormente, o primeiro passo a ser dado é a definição dos seus objetivos. Comece por fazer a si mesmo a seguinte pergunta: quais resultados quero alcançar com a minha Página de Empresa no Linkedin?

A partir dessa resposta, ficará mais fácil escolher entre uma página Global ou Local, já que do ponto de vista técnico, ambas as versões são, na verdade, Company Pages (eventualmente, Showcases Pages).

Duas das maiores vantagens em optar por uma Página Global no Linkedin são, sem dúvida, garantir que todos os colaboradores estão conectados à mesma página, amplificando o alcance da marca e ainda a agregação de todos os seguidores na mesma página.

Além disso, a aposta em Páginas Globais na maior rede social profissional do mundo facilita até mesmo a implementação de uma estratégia de Employee Advocacy.

Alguns gestores de páginas no Linkedin cometem o equívoco de escolher Páginas Locais em vez de Globais, sob a justificativa de que, deste modo, poderão garantir que a comunicação é feita em conformidade com a cultura e o idioma local.

Por que podemos considerar esta opção como equivocada? Porque hoje em dia o Linkedin já nos permite configurar uma mesma página em vários idiomas, inclusive ao preencher campos fundamentais para o mecanismo de pesquisa da plataforma.

Além disso, ao fazer uma publicação orgânica (não paga!) no Linkedin, seja qual for o formato selecionado, ainda temos a opção de filtrar a audiência que pretendemos alcançar e impactar com os conteúdos publicados (por idioma, região, localidade, entre outros dados demográficos).

Se ainda não sabe como segmentar a sua audiência ao fazer uma publicação nesta rede social, veja na imagem abaixo como o fazer. É simples, rápido e prático! Além de deitar por terra a suposta “necessidade” de criar páginas diversas apenas por desejar comunicar com audiências específicas, mediante geolocalização, idioma ou qualquer outro indicador.

Páginas de Empresa no Linkedin - principais diferenças entre Páginas Globais e Locais - Pedro Caramez - Dicas Linkedin - 2

Veja a seguir alguns exemplos de Páginas Globais e Locais. Talvez, ao ver exemplos práticos de como algumas marcas estão a se posicionar no Linkedin ajude-o a decidir qual é o formato mais adequado para a página da sua empresa.

• PÁGINAS GLOBAIS

Páginas Corporativas do Linkedin - principais diferenças entre Páginas Globais e Locais - Pedro Caramez - Dicas Linkedin - 2
A Company Page do Google no Linkedin é um ótimo exemplo de Página Global.
Páginas Corporativas do Linkedin - principais diferenças entre Páginas Globais e Locais - Pedro Caramez - Dicas Linkedin - 2
Assim como o Google, a Microsoft também aposta numa Página Global no Linkedin.

• PÁGINAS LOCAIS

Linkedin Company Pages - principais diferenças entre Páginas Globais e Locais - Pedro Caramez - Dicas Linkedin - 1
Como posicionamento forte nas redes sociais, o Lidl aposta em Páginas Locais como parte da sua estratégia de posicionamento em novos mercados.
Linkedin Company Pages - principais diferenças entre Páginas Globais e Locais - Pedro Caramez - Dicas Linkedin - 1
A Bosch também segue o exemplo de outras marcas com presença a nível mundial e aposta em Páginas Locais no Linkedin.

LEIA TAMBÉM: Como analisar e melhorar o seu desempenho orgânico através do Linkedin Analytics

Últimas notas…

Não há dúvidas de que o Linkedin é uma ferramenta poderosa para auxiliar qualquer estratégia de Marketing e Vendas, especialmente para Empresas B2B (mas não só!). No entanto, antes mesmo de definir as suas estratégias, terá mesmo de definir quais são os seus objetivos.

Só assim terá condições de traçar uma estratégia assertiva conforme os seus objetivos — seja do ponto de vista pessoal ou empresarial. Tanto páginas Globais quanto Locais no Linkedin têm as suas vantagens e desvantagens. Caberá a si pesar todas as possibilidades, avaliar as circunstância e definir a rota a ser seguida.

Mas atenção: seja quais forem as táticas e/ou objetivos definidos, estes não devem ser conceitos estáticos. Muito pelo contrário, são elementos vivos, que evoluem com o tempo e conforme as circunstâncias. Acompanhe de perto a implementação, avalie os resultados e esteja pronto para reajustar tudo sempre que entender necessário. Combinado?!

*

A sua estratégia de Marketing no Linkedin conta com uma Página de Empresa Global ou Local? O que lhe levou a escolher um recurso em detrimento do outro? Partilhe nos comentários um pouco da sua experiência!

*


Deseja aumentar a visibilidade online para si e/ou para a sua empresa?

Contacte-nos para saber o que podemos oferecer para alcançar seus objetivos profissionais pessoais e/ou da sua empresa, mais rápido, com menos esforço e com melhor presença nas redes profissionais.

Aumente a sua produtividade digital e encontre novos clientes / candidatos!